Review: Chronicles of Galdurvale – Por que é ruim?

Chronicles of Galdurvale é um jogo que foi lançado no comecinho desse mês, Maio de 2023, no Steam. O jogo me chamou a atenção, apesar dos gráficos bem básicos, porque é de um estilo que eu amo nos games, além de ter uma história até bem interessante e eu também não ligo muito para gráfico de jogo.

Aliás Quem me conhece há mais tempo sabe muito bem que meu estilo de jogo favorito é o RPG, especialmente os com batalhas em turnos ou os de combate tático, mas que eu também gosto muito dos de ação – desde que sejam bons jogos.

Trecho de gameplay de Chronicles of Galdurvale

Chronicles of Galdurvale é justamente um RPG de ação que se passa num mundo medieval e conta a história de Amelia Moonglow. Ela é uma habilidosa caçadora que monta num dragão para explorar um mundo aberto, fabricar itens, coletar armas e enfrentar chefes desafiadores. Tudo isso numa jornada emocionante para coletar as cinco pedras sagradas e se reunir com sua mãe no Mundo do Céu, como diz a sinopse do jogo.

Na busca por um novo jogo que me divirta, acabei resolvendo testar o Chronicles of Galdurvale. Mas parece que essa é a semana em que eu devo pagar pelos meus pecados das vidas anteriores.

Assista em Vídeo

Gráficos e Desempenho

Para começar, absolutamente nada justifica que um jogo com esses gráficos rode tão mal num computador high-end. Eu estou falando de um core i9 12900k e uma RTX 3070. Esse computador está rodando muito mal esse jogo que tá agora aí na sua tela. Se isso não te assusta, eu não sei mais o que poderia assustar.

Performance de Chronicles of Galdurvale no PC imagem 1

Mesmo em configurações mais baixas o jogo ainda roda mal e usa muitos recursos do computador. Configurações estas nas quais o jogo se torna uma tranqueira impossível de ser jogada. Para que ele usa esses recursos eu acho que nem deus saberia dizer, já que não tem nada aqui que justifique isso. Exceto, talvez, por essas texturas mal acabadas que provavelmente são a causa de todos os problemas de otimização desse jogo.

Jogabilidade e Bugs

E sobre a jogabilidade, ela é assustadoramente ruim. Você parece controlar um personagem cego, que só consegue acertar um alvo se ele estiver absolutamente parado na sua frente. Mover-se um milímetro para o lado é o suficiente para errar um ataque desferido por uma espada longa.

A espada da personagem sumiu

É surreal a quantidade de bugs que esse jogo tem. A começar pela espada da personagem principal, que simplesmente desaparece no ar e volta magicamente quando dá na telha. As batalhas são complicadas. Primeiro porque você tem de estar virado perfeitamente para a frente do alvo, senão vai errar os ataques. Segundo porque o segundo ataque da personagem precisa ser carregado. Não que isso seja um problema por si, mas leva MUITO tempo pra isso acontecer. E se alguém soprar na sua orelha enquanto isso, você simplesmente perde o ataque inteiro. Apesar, é claro, de ainda gastar uma carga dele e ter que esperar recarregar depois. Nem toda punição é pouca.

Perdendo Tempo em Chronicles of Galdurvale

Performance de Chronicles of Galdurvale no PC imagem 2

Eu confesso que a maior parte do tempo que eu passei nesse jogo foi tentando configurar e fazer ele rodar minimamente bem com os gráficos minimamente aceitáveis. Tarefa na qual falhei miseravelmente e tive que aceitar rodar o jogo em 30 FPS. Mesmo tendo gastado uma fortuna num computador que roda God of War no Ultra e com folga pra multitarefas.

Uma Boa Ideia mal Empenhada

Não me entendam mal. A ideia do jogo eu ainda acho superinteressante, mas absolutamente nada justifica o estado em que ele foi lançado. É um jogo simples, criado numa boa engine e com um potencial incrível de se tornar um ótimo RPG de ação, ele tem mecânicas interessantes e coisa e tal.

A grande questão é que ele roda mal e tudo parece ter sido desenvolvido pela metade. Sou totalmente a favor do desenvolvimento de games indie, sempre que posso apoio financeiramente essas iniciativas, inclusive. Mas tem coisa que não dá pra relevar.


Você pode também gostar de
Encerramento do Site
Estamos encerrando as atividades dos websites em TIOLOU.COm.BR e queremos agradecer pelo seu apoio durante todo este tempo.
Ler mais

Falhas Graves em Coisas Básicas

Os movimentos são incrivelmente mecânicos, as texturas são todas genéricas – a maioria parece ter sido comprada no marketplace da Unreal Engine –, a inteligência artificial dos inimigos é absurdamente fraca ao ponto de você jogar uma flecha flamejante no bicho e ele ficar parado queimando enquanto morre porque você não chegou perto o suficiente pra ligar o trigger de combate dele.

Inimigo atingido porém sem ativar o trigger de ameaça

O Problema da Mira em Chronicles of Galdurvale

Tem a questão a mira que eu já falei antes e ela piora quando você usa arco e flecha. É extremamente difícil mirar. O ponto de acerto é minúsculo e parece nunca travar no alvo. Mesmo sendo um arco e flecha, é interessante que a mira tenha algum nível de trava, afinal é um jogo em terceira pessoa e o ângulo de visão realmente não ajuda a usar esse tipo de arma com a mira totalmente livre. Nesses casos o auxílio de mira é muito bem-vindo.

Dificuldade para mirar

Dá para Jogar Chronicles of Galdurvale?

Tirando tudo isso que eu já falei, se você consegue ignorar todas essas questões que eu levantei, a história, como eu já disse antes, parece ser interessante. Só não o suficiente pra que eu avance no jogo com todos esses problemas.

LOTRO Gollum Bugado

Foi basicamente o mesmo que aconteceu quando eu fiz a review de Lord of the Rings: Gollum recentemente. O mesmo problema: péssimo desempenho, tudo parece ter sido desenvolvido só pela metade e a história não é interessante o suficiente pra carregar sozinha todos esses problemas juntos e ainda manter sua atenção presa. Essa review você consegue ver clicando aqui ou no acessando a playlist que tem todas as reviews que eu fiz e fizer aqui no canal de hoje em diante clicando aqui.

Disponibilidade

Chronicles of Galdurvale está disponível exclusivamente para PC via Steam.

Veredito

No fim, Chronicles of Galdurvale é um jogo que nasceu de uma ótima ideia, mas está claramente mal polido, pessimamente otimizado e tudo parece ter sido feito só até a metade e lançado de forma apressada.

Todo desenvolvedor tem que começar de algum lugar, eu sei que dinheiro é necessário pra gente viver e eu super apoio os devs indie, mas um jogo tem que estar inteiro pra ser lançado.

Se custasse um terço ou NO MÁXIMO a metade do preço atual, talvez desse pra indicar como um jogo casual pra acompanhar só a história enquanto tenta ignorar todo o resto.

Mas como foi lançado, tem sérios problemas impossíveis de relevar. Eu espero que esse desenvolvedor entenda as críticas que for receber e melhore com o tempo. Espero que lance outros jogos, cada vez melhores.

A nota final que eu decidi dar a este jogo é 3/10, tendo em vista tudo o que foi discutido.

Chronicles of Galdurvale R$ 44,49

Nome: Chronicles of Galdurvale

Descrição: Chronicles of Galdurvale é um jogo de ação e aventura onde Amelia Moonglow, uma habilidosa caçadora monta um dragão para explorar um mundo aberto, criar itens, coletar armas e enfrentar chefes desafiadores. Uma jornada emocionante para coletar as cinco pedras sagradas e se reunir com sua mãe no Sky World.

Estúdio: Luminous Games

  • Ambientação - 7/10
    7/10
  • Trilha Sonora - 3/10
    3/10
  • Jogabilidade - 3/10
    3/10
  • História - 3/10
    3/10
  • Gráficos - 4/10
    4/10
  • Desempenho - 1/10
    1/10
  • Fator Replay - 0/10
    0/10

Deixe sua Opinião

Vote você também no jogo escolhendo uma quantidade de estrelas logo abaixo!

Dê a sua própria nota e contribua com a comunidade 🙂

Nota
3/10
3/10
Nota do Público
0 (0 votes)

Pontos Positivos

  • Veio de uma boa ideia

Pontos Negativos

  • Combate mecânico
  • Bugs que não acabam mais
  • Trilha sonora fraca
  • História fraca
  • Texturas genéricas
  • Movimentação truncada
  • Baixíssima responsividade nos comandos